Um Escorpião Perfumado

O ato de “perfumar o escorpião”, ao qual se refere o grande mestre sufi Bahaudin, simboliza a hipocrisia e o autoengano, seja no indivíduo seja nas instituições. Em Um escorpião perfumado, Idries Shah dirige a atenção tanto para o perfume quanto para o escorpião – o invólucro e a realidade –, na psicologia, no comportamento humano e no processo de aprendizagem. Embora repleto de relatos ilustrativos da vida contemporânea, o livro tem suas raízes nos padrões de ensinamento de Rumi, Hafiz, Jami e muitos outros sábios orientais. Ele trata da necessidade de conhecimento e informação, e do caminho para ambos. Em colaboração com Roça Nova

Available in the following formats:
Read it for Free